A árvore de Solgeo, Lee Doo-ho



O quadrinista Lee Doo-Ho nasceu na Coreia em 1943 e estudou belas-artes na Universidade de Hongik. Seu primeiro trabalho profissional veio a público em 1969 com o livro infantil O homem invisível, mas sua notoriedade aconteceu com a publicação de Mestre Meoteol e os 108 monstros, obra em que apresenta os personagens Tomae e mestre Meoteol, conhecidos por praticamente todas as crianças coreanas. Lee Doo-ho costuma ser chamado de “tradicional” porque sua obra é repleta de informações sobre sistemas sociais do passado, bem como roupas e costumes tradicionais. Atualmente ele ensina quadrinhos e animação na Universidade de Sejong.


Confira abaixo “A árvore de Solgeo”, publicada originalmente no livro Korea as Viewed by 12 Creators, da editora Ponent Mon.


A árvore de Solgeo Lee Doo-ho Tradução: Rogério Bettoni



Oficina Palimpsestus - 2020. Todos os direitos reservados.